O descaminho das humanidades

A proposta de eliminação das Ciências Humanas das universidades federais é boa para o setor privado e péssima para o ensino, inclusive o de Economia. Por Carlos Drummond em Carta Capital Registrada no fim de março no Senado, a proposta de extinção dos cursos de Filosofia, História, Geografia, Sociologia, Artes e Artes Cênicas das universidades públicas... Continue lendo →

Facebook e extrema direita: somos cúmplices?

A passividade dos usuários diante das contínuas revelações sobre a quebra maciça da intimidade, e a monetização de seus dados pessoais; a inoperância dos sistemas jurídicos de mastodontes autocomplacentes como a União Europeia; a incapacidade ou a indolência diante do desafio de criar redes saudáveis e alternativas; a debilidade dos Estados do Sul e o... Continue lendo →

Amber Case: “O celular é o novo cigarro: se fico entediada, dou uma olhada nele. Está nos escravizando”

Socióloga norte-americana defende voltar ao básico, aos espaços de reflexão e a “tecnologia tranquila” Por BELÉN KAYSER em El País Brasil Há sete anos alguém disse que a socióloga norte-americana Amber Case (Portland, 1987) vinha do futuro para nos contar em que poderíamos nos transformar se nos deixássemos seduzir, sem reservas, pela tecnologia. Foi depois de uma palestra TEDx que Case, também... Continue lendo →

Rebelião contra as redes sociais

Manipuladoras da atenção. Veículo de notícias falsas. Oligopólios sem controle. As redes sociais tiveram seu ‘annus horribilis’ em 2017. O que fazemos com elas? Por Joseba Elola em El País Sean Parker sempre foi uma pessoa polêmica. Não por acaso foi o criador do Napster, a plataforma de downloads que deu uma rasteira na indústria... Continue lendo →

Bernie Sanders: é hora de nova rebeldia global

Às vésperas do Fórum de Davos, ex-candidato rebelde à presidência dos EUA propõe um movimento articulado para enfrentar, em todo o mundo, os poderosos, os bilionários e a desigualdade estrutural Por Bernie Sanders | Tradução: Mauro Lopes em Outras Palavras Eis onde estamos como planeta em 2018: depois de todas as guerras, revoluções e grandes encontros  internacionais nos... Continue lendo →

“As redes sociais estão dilacerando a sociedade”, diz um ex-executivo do Facebook

Chamath Palihapitiya lamenta ter participado da criação de ferramentas que destroem o tecido social Por El País Brasil Um ex-alto executivo do Facebook fez um mea culpa por sua contribuição para o desenvolvimento de ferramentas que, em sua opinião, “estão dilacerando o tecido social”. Chamath Palihapitiya, que trabalhou na empresa de Mark Zuckerberg de 2007 a 2011, da qual chegou a... Continue lendo →

O homem lata: como a educação transforma gente em capital humano

A educação escolar está submetida a propósitos intencionais, a uma doutrinação ideológica que está interessada em formar “homens latas” úteis para a reprodução das relações de produção capitalista Por Raphael Silva Fagundes em Le Monde Diplomatique Brasil   A velha escola era a escola do estudo livresco, obrigava as pessoas a assimilar uma quantidade de conhecimentos... Continue lendo →

O Banco Mundial contra-ataca

Peter Schulz analisa e contesta conteúdo de relatório que propõe o fim do ensino superior gratuito. “Repita uma mentira um número suficiente de vezes e ela se tornará verdade” Frase atribuída a Joseph Goebbels – ministro da propaganda nazista “Para todo problema complexo existe sempre uma  solução simples, elegante e completamente errada” H. L. Mencken,... Continue lendo →

Reitor da UFPR denuncia um ano de ataques contra as universidades públicas brasileiras

O reitor da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Ricardo Marcelo Fonseca, em nota oficial, se solidarizou com a comunidade acadêmica da UFMG, alvo de ação policialesca nesta quarta-feira (6), e denunciou os sistemáticos ataques contra as universidades públicas brasileiras por meio da criminalização, de conduções coercitivas e de prisões arbitrárias, enfim, de práticas de regimes... Continue lendo →

Quem é Lana Lokteff, a estrela da supremacia branca nos EUA para quem mulheres ‘só querem ser bonitas, casar e ter filhos’

Em geral, os participantes de protestos supremacistas nos Estados Unidos parecem ter características semelhantes: são geralmente jovens, agressivos e, claro, homens brancos. Por BBC Brasil Mulheres raramente eram vistas nas reuniões de grupos como o Ku Klux Klan, neonazistas ou representantes da chamada alt-right (uma abreviação de "alternative right", ou direita alternativa) - movimento que... Continue lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑