Quando trabalhar já não salva da pobreza

A precariedade do mercado de trabalho espanhol empurra 13% dos empregados a ter uma renda inferior ao limite da pobreza Por Luis Doncel em El País Brasil Para María, a expressão "não chegar ao fim do mês" ainda não é precisa. "Não estamos nem no dia 10 e já não dá mais", diz, sem perder o sorriso.... Continue lendo →

Orna Donath: “O instinto materno não existe”

Por Ana Carbajosa em El País Brasil A socióloga israelense Orna Donath sabia que estava colocando o dedo numa ferida quando ousou perguntar a um grupo de mães se elas se arrependiam de ter tido filhos. Mas nunca imaginou que iria provocar uma polêmica global que não dá sinais de trégua. Seu livro Regretting Motherhood (“arrependendo-se da maternidade”, inédito... Continue lendo →

Para associação de juízes, presidente do TST fala em nome próprio e não pela magistratura

Em entrevista, Gandra defendeu corte de direitos como meio de manter empregos. Posição é questionada no próprio TST. Sindicalistas reagem Por Redação em Rede Brasil Atual Ao defender corte de direitos como medida para manter empregos, o presidente do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Ives Gandra Filho, fala em nome próprio, sem representar o pensamento da... Continue lendo →

“A condição humana é anticapitalista”, diz George Monbiot

Em novo livro, George Monbiot argumenta: somos seres solidários, ao contrário do mito; mas a esquerda hesita, porque falta-lhe uma nova narrativa de mundo Por Mark Karlin, no Truthout | Tradução: Camila Teicher A ideia de que a natureza humana é inerentemente competitiva e individualista não é só prejudicial; é também contestada pela psicologia, neurociência e biologia evolutiva, afirma George Monbiot em seu novo livro. “Out of... Continue lendo →

UberCapitalismo: a contrarrevolução do século 21

Como um punhado de megacorporações ameça colonizar a internet, arrasar o projeto de uma rede não-mercantil e realizar a distopia da precarização permanente Por Ricardo Abramovay em prefácio do livro Uberização, a nova onda do trabalho precarizado, de Tom Slee, reproduzido em Outras Palavras A explosão da cultura digital durante o século XXI revigorou os mais importantes ideais... Continue lendo →

‘É impressionante que um país de escravidão tão longa tenha a autoconcepção de que não é violento’, diz pesquisadora de Princeton

Por Fernanda Canofre em Sul21 Nos anos 1980, quando a antropóloga e historiadora Lilia Moritz Schwarcz começou a pesquisar questões raciais no Brasil, teve que começar por convencer os colegas de que tinha um problema de pesquisa. “Na época, essa era quase uma falsa questão. Como eu sou um pouco triste, como Lima Barreto, eu persisti... Continue lendo →

De volta à escravidão (parte 2): Lucrativa, escravidão moderna está em crescendo na Europa, aponta pesquisa

O risco da escravidão moderna cresceu em 20 dos 27 países que integram a União Europeia, segundo dados divulgados nesta semana por uma pesquisa intitulada Modern Slavery Index 2017 (Índice de Escravidão Moderna 2017, em tradução livre). Por Sputnik Brasil Produzido pela companhia de análise de risco Verisk Maplecroft, o levantamento apontou que os maiores... Continue lendo →

O desmanche da Constituição

Levantamento da Pública mostra que indígenas, quilombolas e trabalhadores estão entre os que mais perderam direitos constitucionais no governo Temer; saúde, educação e meio ambiente também foram afetados Por  Alice Maciel em Agência Pública “Continuamos no mesmo barco, mas agora estamos à deriva, sem remo”, diz o presidente da Associação Quilombola de Mangueiras, Maurício Moreira dos Santos.... Continue lendo →

Quilombolas: a luta pelo direito de existir

O Supremo Tribunal Federal, a mais alta corte jurídica do país, vai decidir se existe futuro para os mais de 16 milhões de quilombolas brasileiros, ameaçados de perder suas terras, suas memórias e sua identidade. Por Renata Guerra em Repórter Brasil O futuro de mais de 16 milhões de quilombolas, população superior à de 24 estados... Continue lendo →

De volta à escravidão (parte 1): Escravidão é hoje 30 vezes mais lucrativa do que nos séculos 18 e 19, diz estudo

Um estudo realizado por um economista da Universidade de Harvard (EUA) indicou que a escravidão humana na atualidade é muito mais lucrativa do que àquela praticada nos séculos 18 e 19, com o uso de pessoas do Continente Africano. Por Sputnik News Brasil Conduzido pelo norte-americano Siddharth Kara, o trabalho apontou que os exploradores de... Continue lendo →

Brasil Neo-Colônia (parte 6): Federação Nacional dos Engenheiros condena medida que ampliará desemprego da categoria

Por Soraya Misleh em Federação Nacional dos Engenheiros “Proposta descabida.” Assim o presidente em exercício da FNE, Carlos Bastos Abraham, se posiciona contra eventual pretensão do governo Temer de aprovar no Congresso Nacional projeto de lei que altera regulamentação da profissão para facilitar a entrada de engenheiros estrangeiros no País. A informação consta de reportagem intitulada “Engenheiros estrangeiros... Continue lendo →

Medida do governo Temer coloca em risco combate ao trabalho escravo

Portaria publicada pelo Ministério do Trabalho muda o conceito de escravidão contemporânea no país. Procuradores, juízes, auditores e organizações da sociedade civil criticam a medida Por Piero Locatelli e Thais Lazzeri em Repórter Brasil “Um retrocesso de 20 anos”, “pá de cal” e “maracutaia”. Essas são algumas das formas que entidades ligadas à erradicação da escravidão... Continue lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑