A “pane seca” do golpe neoliberal

O governo Temer é o exemplo acabado de como se pode utilizar o Estado para garantir os privilégios e eliminar direitos. Por Paulo Teixeira e Guilherme Melo em Carta Capital. A greve do transporte de carga no Brasil, que levou ao desabastecimento de combustível e alimentos em todo País, pode ser a pá de cal na estratégia... Continuar Lendo →

Auditores pressionam contra isenção de imposto de até 70% sobre renda de mais ricos

Associações questionam modelo tributário a partir de levantamento em declarações de renda. Movimento 'Reforma Tributária Solidária, menos desigualdade' vai apresentar propostas em agosto. Em El País. Quem ganha mais de 200.000 reais por mês no Brasil pode estar pagando imposto de renda como se ganhasse apenas 60.000 reais. A conta foi feita por associações de auditores fiscais... Continuar Lendo →

200 anos de Karl Marx: Por que Marx, no século 21?

Sua visão sobre desigualdade brutal e alienação nunca foi tão atual. Mas que dizer de suas concepções sobre o Estado e o horizonte pós-capitalista? Por Yanis Varoufakis | Tradução: Antonio Martins em Outras Palavras. Para que um manifesto vingue, ele precisa falar para nosso coração como poesia, ao mesmo tempo em que contamina a mente com imagens e... Continuar Lendo →

As milícias assumiram o controle de Rio de Janeiro

A situação do Rio é realmente muito ruim, e a solução apresentada – a intervenção federal de cunho militar – é apenas mais uma oportunidade de boas fotos para jornais e TVs. Crimes como assassinatos e roubos de cargas cresceram neste período, exatamente como nos últimos anos de ação das Forças Armadas. Por Cecília Olliveira, Maria Isabel Couto, Renata Hirota e Sérgio Spagnuolo em... Continuar Lendo →

Financismo, ditadura sem máscara

A face mais visível desse movimento talvez seja a presença dos bancos e demais instituições de natureza financeira em nosso meio. Há décadas que tais conglomerados registram ganhos impressionantes em seus resultados operacionais. A cada exercício anual as poucas instituições de porte mastodôntico disputam entre si a primazia das cifras bilionárias. É o conhecido jogo... Continuar Lendo →

Como enfrentar o sangue dos dias

Este não é apenas um momento de brutalidade extrema no Brasil. É também um momento de potências emergindo. E começos de alianças até então impensáveis. É preciso perceber onde estão as possibilidades – e fazer frente àqueles que, diante da democracia corrompida do país, avançam sobre os corpos humanos. Por Eliane Brum em El País. Este não é... Continuar Lendo →

Crescimento, precarização e desigualdade em 2017

O Brasil cresceu pouco e a vida dos mais pobres piorou. O índice de Gini, que mede a desigualdade, aumentou e sumiram milhares de empregos formais. Por Fabrício Pitombo Leite em Carta Capital. Na recente divulgação das Contas Nacionais Trimestrais, chama a atenção o desempenho da atividade econômica no Brasil, que deu sinais de vitalidade, com... Continuar Lendo →

Na hora que isto aqui explodir, Ruanda vai ser pouco

“Terror? Niemals. Es ist Sozialhygiene. Wir nehmen diese Individuen aus dem Umlauf, wie ein Mediziner einen Bazillus aus dem Umlauf nimmt.” [Trad. “Terror? Jamais! Isso é higiene social. Nos retiramos esses indivíduos de circulação, como um médico retira um bacilo de circulação.”] – Benito Mussolini, apud Joseph Goebbels, citado no artigo “Der Jude”, in Der... Continuar Lendo →

Stephen Hawking (1946-2018): “Este é o momento mais perigoso para o nosso planeta”

Não podemos continuar a ignorar a desigualdade, porque temos os meios para destruir o nosso mundo, mas não para escapar dele. Por Stephen Hawking no The Guardian, tradução Joana Campos em Esquerda.net Como físico teórico baseado em Cambridge, vivi a minha vida numa bolha extraordinariamente privilegiada. Cambridge é uma cidade incomum, centrada em torno de uma das... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑