Como a hashtag #MeToo pode evoluir de momento para movimento

Por Natasha Lennard em The Intercept Brasil | Tradução: Deborah Leão A hashtag #MeToo (#EuTambém) já foi tuitada mais de um milhão de vezes em 85 países. Ela foi amplamente utilizada por mulheres e pessoas não cisgênero, na esteira do escândalo de Harvey Weinstein, para apontar e descrever as formas como a masculinidade egoísta, violenta e incontestada — o patriarcado —... Continuar Lendo →

Gays e crianças como moeda eleitoral

As milícias em benefício próprio descobriram como barganhar com a vida dos brasileiros e ganhar adeptos manipulando o medo e o ódio Por Eliane Brum em El País O fechamento da mostra Queer Museum – Cartografia da Diferença na Arte Brasileira aponta a crescente articulação entre setores da política tradicional e milícias como o Movimento Brasil Livre (MBL). Essa articulação... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑