Aqui Se Fabricam Pobres: Bolsonaro e Paulo Guedes querem voltar literalmente no tempo. Ao Chile, de 1981

Por Luiz Carlos Azenha em Viomundo. Eu era correspondente nos Estados Unidos quando o governo de George W. Bush tentava convencer os norte-americanos a aceitar a privatização da Previdência Social. Os argumentos eram exatamente os mesmos brandidos hoje pelos neoliberais no Brasil: o sistema ia quebrar por causa do envelhecimento da população. A oposição mais... Continuar Lendo →

A “pane seca” do golpe neoliberal

O governo Temer é o exemplo acabado de como se pode utilizar o Estado para garantir os privilégios e eliminar direitos. Por Paulo Teixeira e Guilherme Melo em Carta Capital. A greve do transporte de carga no Brasil, que levou ao desabastecimento de combustível e alimentos em todo País, pode ser a pá de cal na estratégia... Continuar Lendo →

Belluzzo: o Brasil perdido, num mundo em transe

China expande sua presença no mundo. Novas turbulências financeiras aproximam-se, com aumento das dívidas. Há mudanças geopolíticas dramáticas. País assiste pasmo, sob governo golpista e provinciano. Por Eduardo Maretti, da RBA. No jogo econômico e geopolítico global de hoje, as principais cartas estão colocadas por um gigante do Oriente. “A escalada da China não tem como ser contida. A... Continuar Lendo →

É possível acreditar em eleições?

A irrelevância crescente dos partidos políticos no Brasil torna o ritual das urnas uma mera formalidade. Por Jefferson Silveira Dantas em Carta Capital. O cenário de disputa eleitoral que se descortina, além de não trazer novidades que mexam nos grandes temas nacionais, expressa um panorama no qual as alianças partidárias (indiferenciadas em suas bases programáticas) continuam a... Continuar Lendo →

Candidatura de Flávio Rocha é o mais novo engodo da praça

Apesar da aparente indignação com tudo-o-que-está-aí, Flávio Rocha não representa nenhuma, absolutamente nenhuma novidade. Muito pelo contrário. Na verdade ele ajudou a financiar políticos conhecidos por manter tudo-o-que-está-aí. Nesta semana, a Folha fez um levantamento dos candidatos que receberam dinheiro de Rocha e suas empresas nas últimas quatro eleições, e que hoje estão na mira... Continuar Lendo →

Brasil? Leva que é de graça

O País é único caso de nação grande e populosa a entregar incondicionalmente seu mercado ao capital internacional. Por Carlos Drummond em Carta Capital. Caso se concretize a intenção do Ministério da Fazenda anunciada na quarta-feira 4 de reduzir a alíquota das importações de bens de capital de 14% para 4% e a de produtos de informática e de... Continuar Lendo →

Roteiro para ler Marx duzentos anos depois

No bicentenário do filósofo alemão, capitalismo parece mais brutal que nunca. Qual a atualidade do principal crítico do sistema? Por que lê-lo no original – não em segunda mão? Immanuel Wallerstein, entrevistado por Marcello Musto, na Truthout | Tradução: Inês Castilho em Outras Palavras. Durante três décadas, a ideologia e políticas neoliberais foram praticamente incontestes em todo o mundo. Contudo, a... Continuar Lendo →

O pós-Lula

Por Giselle Bertaggia e Daniel Sant' Ana Lula foi preso. Muitos se perguntam: e agora? Até mesmo aqueles que tanto ansiavam por isso. A esquerda reformista e conciliatória talvez ainda esteja apostando na sua candidatura, pois, apesar de tudo que estamos vendo no sentido da politização das Instituições, acreditam que Lula ainda tem uma chance... Continuar Lendo →

Financismo, ditadura sem máscara

A face mais visível desse movimento talvez seja a presença dos bancos e demais instituições de natureza financeira em nosso meio. Há décadas que tais conglomerados registram ganhos impressionantes em seus resultados operacionais. A cada exercício anual as poucas instituições de porte mastodôntico disputam entre si a primazia das cifras bilionárias. É o conhecido jogo... Continuar Lendo →

Stephen Hawking (1946-2018): “Este é o momento mais perigoso para o nosso planeta”

Não podemos continuar a ignorar a desigualdade, porque temos os meios para destruir o nosso mundo, mas não para escapar dele. Por Stephen Hawking no The Guardian, tradução Joana Campos em Esquerda.net Como físico teórico baseado em Cambridge, vivi a minha vida numa bolha extraordinariamente privilegiada. Cambridge é uma cidade incomum, centrada em torno de uma das... Continuar Lendo →

O Satélite Geoestacionário e a Soberania

Durou pouco, nas ações deste governo, a intenção de efetivamente destinar o Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC) para políticas públicas. Depois da fracassada tentativa de venda de sua capacidade para empresas estrangeiras ou nacionais, o que representaria uma deformação do objetivo inicial do projeto, já que não havia no edital de licitação... Continuar Lendo →

O lawfare neoliberal e o sacrifício de Lula

Por Carol Proner em Sul21 A expectativa pelo destino político do pré-candidato à Presidência da República, Luiz Inácio Lula da Silva, será o tema central da política brasileira até as eleições de outubro de 2018. Procurando transmitir confiança, mesmo sofrendo ataques que visam a execração pública, Lula sabe que será o grande protagonista do pleito eleitoral.... Continuar Lendo →

A filantropia dos capitalistas “muy amigos”

“Ajuda” de bilionários e corporações à África inclui contrabando maldito: desrespeito aos direitos sociais, apoio a ditadores e, em especial, destruição das chances de desenvolvimento autônomo Por T. Rivers | Tradução: Camila Teicher em Outras Palavras Filantropos como Howard Buffett são os queridinhos dos jornalistas e do universo das ONG – mas será que estão mesmo ajudando a África? Em... Continuar Lendo →

Noam Chomsky: “As pessoas já não acreditam nos fatos”

O neoliberalismo existe, mas só para os pobres. O mercado livre é para eles, não para nós. Essa é a história do capitalismo. As grandes corporações empreenderam a luta de classes, são autênticos marxistas, mas com os valores invertidos. Por Jan Martínez Ahrens em El País. Noam Chomsky (Filadélfia, 1928) superou faz tempo as barreiras da  vaidade. Não... Continuar Lendo →

A Lava Jato é Guerra de Quarta Geração?

  Houve um dia em que os americanos levavam militares de seu quintal para treinar na Escola das Américas, primeiro no Panamá, depois na Geórgia. Mas, se deram mal quando as ditaduras que estes militares ajudaram a implantar na América Latina assumiram tom nacionalista e/ou deixaram de obedecer fielmente ao Grande Irmão do Norte. Por... Continuar Lendo →

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑